Escrita

Escrita banner

José Nilton Cardozo (Foto: Divulgação)
 

O idoso de 65 anos de idade que havia retirado um tumor gigante do rosto no mês de agosto, em Natal, morreu na manhã desta quarta-feira (1º), segundo confirmou a família do paciente ao g1.

Quase três meses após a cirurgia, o tumor voltou a crescer e causar dores intensas. José Nilton Cardozo foi internado na última segunda-feira (30), no Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, mas não resistiu.

Segundo a advogada Minarí Cardozo, filha de José Nilton, a família descobriu que o tumor era, na verdade, um câncer, há cerca de um mês.

Após a cirurgia realizada em agosto, os médicos pediram uma biópsia. Até então, a família acreditava que o tumor era benigno.

O resultado do primeiro exame foi inconclusivo. No entanto, os médicos solicitaram uma nova biópsia, que confirmou uma neoplasia maligna.

A filha informou que a família buscou um tratamento para José Nilton, mas recebeu a notícia nesta terça-feira (31) de que o marceneiro já estava com metástase no cérebro e não havia mais o que fazer.

Até a publicação desta matéria a família ainda não tinha informações sobre o velório e sepultamento de José Nilton.

Leia mais: Após batalha judicial, idoso com tumor gigante no rosto tem cirurgia agendada no RN

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA