Oculum

OCULUM 600 120

Pesquisa realizada pelo Instituto Agorasei, nas 19 microrregiões do Rio Grande do Norte, revela que a Governadora Fátima Bezerra (PT) tem a sua gestão desaprovada por 60,5% dos entrevistados. Os potiguares que aprovam o Governo da petista somam 34,9%, e aqueles sem opinião ou não responderam, totalizam 4,6%. As informações são do Blog do BG.

Por cidade

Abaixo e em ordem decrescente, os percentuais de aprovação do Governo Fátima Bezerra nas maiores cidades do Rio Grande do Norte:

Caicó: 50%

Currais Novos: 50%

Macaíba: 46,4%

Mossoró: 45%

Santa Cruz: 44,4%

Ceará-Mirim: 40%

Natal: 35,5%

Assu: 34,6%

São Gonçalo do Amarante: 28%

Parnamirim: 27,8%

São José de Mipibu: 20%

Por gênero

A aprovação do Governo Fátima Bezerra é ligeiramente melhor entre as mulheres. De acordo com os dados do Agorasei, 35,9% das entrevistadas aprovam a gestão, contra 33,7% entre os homens.

Por idade

Os entrevistados de 60 anos de idade e acima são os que aprovam mais a gestão da Governadora: 39,2%. Já as pessoas na faixa etária dos 35 aos 44 anos aprovam o Governo em apenas 29,4%.

Por renda

A aprovação de Fátima é melhor entre aqueles que declaram ganhar em torno de 3 salários mínimos: 37,3%. O menor percentual é visto na faixa dos 2 salários mínimos: 33,1%.

Por escolaridade

Com 50% de aprovação, as pessoas que se declaram analfabetas são as que melhor aprovam a gestão Fátima Bezerra, enquanto os entrevistados com ensino médio são os com menor simpatia pelo Governo: 31,9%.

Por religião

Enquanto 36,2% dos católicos aprovam a gestão petista, entre os evangélicos a aprovação cai para 29,8%. Entre aqueles que dizem não seguir uma religião o percentual foi de 32,9%.

Por zona

Os entrevistados que moram na zona urbana dos municípios pesquisados são 36,1% dos que aprovam o Governo Fátima Bezerra. Já os moradores da zona rural são 28,6%.

Por microrregião

Fátima Bezerra tem sua maior aprovação na microrregião de São Miguel, no Alto Oeste Potiguar, com 60%. Curiosamente, a menor aprovação é vista na microrregião vizinha, a de Pau dos Ferros: 11,1%.

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi realizada durante o mês de outubro deste ano e ouviu 800 pessoas de 16 anos de idade e acima. Foi utilizada a técnica de entrevistas humanizadas por telefone, feitas por profissionais treinados e com experiência para o tipo de trabalho. Os entrevistados constituem uma amostra representativa dos eleitores potiguares, em 70 municípios de todas as 19 microrregiões do Estado, com acesso à rede telefônica fixa e a de celular. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3.4 pontos percentuais, para mais ou para menos sobre os resultados totais da amostra.

Com informações do Blog do BG


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA