Cacim

Print

 

A Polícia Federal cumpre, nesta quarta-feira (25), cinco mandados de prisões preventivas e 13 mandados de busca e apreensão no âmbito da 19ª fase da Operação Lesa Pátria. A ação visa identificar pessoas que incitaram, participaram e fomentaram os atos de 8 de janeiro, em Brasília, quando as sedes dos três poderes - Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal - foram invadidas e depredadas.

As medidas judiciais têm relação a 12 investigados e estão sendo cumpridas em Cuiabá (MT), Cáceres (MT), Santos (SP), São Gonçalo (RJ) e em Brasília (DF). Os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido e crimes da lei de terrorismo”, explicou a PF, em nota.

Entre os alvos das buscas está Léo Índio, primo de três filhos de Jair Bolsonaro (PL). Ele postou fotos nas redes sociais em que aparecia em cima do Congresso Nacional em meio aos atos antidemocráticos do dia 8 de janeiro.

Os crimes investigados incluem abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido, além de crimes previstos na lei antiterrorismo.

Agência Brasil e Brasil 247


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA