Escrita

Escrita banner

 

Exploração em águas profundas da Bacia Potiguar abre novo ciclo de desenvolvimento para o Estado, destaca a governadora Fátima Bezerra

A exploração de petróleo na margem equatorial no Brasil vai começar pelo Rio Grande do Norte. A licença ambiental emitida pelo Ibama para que a Petrobras possa operar no Campo de Pitu, localizado na Bacia Potiguar, foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (02). 

A previsão é de que nos próximos cinco anos sejam investidos 3 bilhões de dólares (R$ 15 bilhões, pelo câmbio atual) na margem equatorial, que é formada por outras quatro bacias sedimentares, além da Potiguar.

"Isso significa um novo ciclo de desenvolvimento econômico para o Rio Grande do Norte liderado pela Petrobras. É um incremento para nossa economia, tendo em vista a capilaridade que tem a cadeia produtiva de petróleo e gás, gerando emprego e renda para o povo, além do incremento das receitas tributárias para o Estado e de royalties para os municípios", comemorou a governadora Fátima Bezerra.

Além da licença ambiental, o Ibama também autorizou a limpeza de casco da sonda que será deslocada para o Rio Grande do Norte nos próximos dias. O campo fica a cerca de 60 quilômetros da costa potiguar.




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA