Escrita

Escrita banner

 

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) lançou um edital com 3484 vagas para cursos técnicos de nível médio integrados ao ensino médio. As oportunidades são para 21 campi, com ingresso no primeiro semestre letivo de 2024.

As inscrições podem ser feitas a partir das 14h desta sexta-feira (20) até o dia 12 de novembro de 2023, através da Área do Candidato, disponibilizada no site da Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

Clique AQUI para ver o edital.

Os interessados poderão concorrer através da lista geral e das listas específicas de concorrência (sistema de cotas).

Ao se inscrever, a pessoa deverá selecionar a opção “Boleto”. A operação vai gerar um boleto bancário a ser pago até o dia 13 de novembro. De acordo com o edital, em hipótese alguma o valor da inscrição será devolvido.

A solicitação de isenção da taxa de inscrição, no valor de R$ 30, deve ser realizada de 20 a 31 de outubro, também na página virtual da Funcern. Estudantes que participaram do Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC) 2023 deverão, obrigatoriamente, se inscrever neste processo seletivo e estarão isentos do pagamento da taxa.

Processo seletivo

O processo seletivo será realizado através da aplicação de três provas: Língua Portuguesa (20 questões de múltipla escolha); Matemática (também com 20 questões de múltipla escolha) e Produção Textual escrita.

Conforme o edital, o Cartão de Inscrição para a realização da prova estará disponível para impressão, na Área do Candidato, a partir do dia 21 de novembro. O Cartão indicará o local de realização das provas, que vão ocorrer no dia 26 do mesmo mês. O resultado final da seleção será divulgado no dia 20 de janeiro de 2024.

Heteroidentificação

A autodeclaração dos candidatos como negros ou indígenas, realizada no ato da inscrição do processo seletivo, será confirmada através de um procedimento de heteroidentificação, realizado por uma comissão responsável pela validação das informações apresentadas. A operação ocorre de acordo com resolução específica, aprovada pelo Conselho Superior do Instituto (Consup/IFRN).

Segundo o edital, a aferição de cor-etnia negra (preta ou parda) não se refere à apresentação de documentos ou à ascendência do candidato, mas, sim, conforme as características físicas do próprio candidato.

A pessoa autodeclarada negra deverá preencher e entregar, no momento da aferição, que vai ocorrer entre os dias 2 e 10 de janeiro de 2023, o formulário de autodeclaração e autorização imagem, conforme os anexos VIII e IX do Edital.

No local indicado, perante a Comissão Local de Heteroidentificação, o candidato autodeclarado negro deverá realizar os seguintes procedimentos:

  • Se posicionar de frente para a câmera do seu equipamento;
  • Responder aos seguintes questionamentos: “Você confirma a sua autodeclaração como candidato preto ou pardo?”; “Você autoriza a gravação em vídeo e uso das imagens do procedimento de heteroidentificação pelo IFRN?”;
  • Mostrar o dorso de ambas as mãos para a câmera, conforme for orientado;
  • Fazer os movimentos para visualização dos perfis de seu rosto, conforme for orientado;
  • Assinar declaração de comparecimento.

Para segurança e integridade do procedimento, todo o processo de aferição será gravado e as imagens permanecerão sob a guarda do IFRN.

O cronograma do processo seletivo pode ser consultado no edital.

G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA