Independência

Independencia banner

 

A Ponte de Igapó não teve a interdição iniciada na segunda-feira (11) em Natal, como havia previsto o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na semana passada. O trecho, segundo o órgão, vai ficar 12 meses parcialmente interditado.

A Inter TV Cabugi procurou o DNIT para explicar o motivo do atraso no início da interdição para as obras, mas não recebeu resposta até a atualização mais recente desta matéria. Também não foi informado nenhum novo prazo.

Na sexta, quando comunicou a interdição, o DNIT informou que ela é necessária para dar início aos serviços de reabilitação das pontes sobre o rio Potengi. O trecho previsto para ser interditado é o lado direito da ponte, no sentido Zona Norte/Centro.

A operação era prevista pra ser iniciada pela manhã, mas não ocorreu durante toda a segunda. Quem passou no trecho conseguiu perceber a instalação de placas de sinalização pela via. Operários também chegaram ficar no local, mas não começaram a obra.

Leia mais: Histórica Ponte de Igapó é interditada parcialmente a partir de hoje; obra pode durar 12 meses

Uma das placas informa que o tráfego no trecho será exclusivo para veículo de emergência e ônibus do transporte público.

Em nota, a Secretaria de Mobilidade Urbana, que atua na obra de requalificação da Felizardo Moura, informou que a Ponte de Igapó "está sob a responsabilidade do DNIT e fiscalização PRF" e que continuará "a prestar apoio nas interdições das obras da avenida Felizardo Moura", e que "qualquer nova interdição dentro de nossa jurisdição será comunicada previamente à população".

A STTU informou também que não recebeu notificação por parte do DNIT sobre a interdição da Ponte de Igapó.

Interdições

A Ponte de Igapó vem passando por várias interdições desde o início das obras de requalificação da avenida Felizardo Moura em setembro de 2022.

Em março deste ano, uma bomba explodiu na Ponte de Igapó durante uma série de ataques criminosos que aconteciam em várias cidades do RN. Na época, o CREA chegou a recomendar a interdição da via para o tráfego de veículos, mas o DNIT disse que não havia risco.

Na ocasião, a ponte já estava interditada por causa das obras da Avenida Felizardo Moura. Em junho deste ano o Dnit informou, por meio de um ofício, que a ponte de Igapó teria os dois lados liberados para o trânsito assim que a prefeitura concluísse obra da Avenida Felizardo Moura. No entanto, o DNIT anunciou a interdição que começaria nesta segunda.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO