GOVERNO

640x128

 

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deu início na quinta-feira (4.mai.2023) a produção das novas urnas eletrônicas, modelo UE 2022, na fábrica em Ilhéus (BA), para modernizar o sistema de votação e substituir os aparelhos até então usados.

A previsão é de que sejam produzidos 219.998 equipamentos até fevereiro de 2024, o que representa a 2ª maior produção da história, atrás apenas das 225 mil urnas modelo UE 2020, fabricadas para as eleições de 2022.

O coordenador de Tecnologia Eleitoral do TSE, Rafael Azevedo, disse que o novo projeto é quase idêntico ao modelo da urna eletrônica imediatamente anterior, a UE 2020, já considerada por especialistas como moderna, rápida, segura e inclusiva.

“Vai haver aperfeiçoamento no que a gente percebeu de problema em 2020. Mas, como a de 2020 foi muito exitosa, não tem muito o que mudar”, disse.

Poder 360


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO