GOVERNO

640x128

 

O Rio Grande de Norte foi o estado com maior elevação da taxa de desocupação entre o quarto trimestre de 2022 e o primeiro trimestre de 2023. É o que revela a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada na quinta-feira (18).

No período, a taxa de pessoas desempregadas saltou de 9,9% para 12,1%, que representa o quarto maior percentual do Brasil, atrás apenas de Bahia (14,4%), Pernambuco (14,1%) e Amapá (12,2%). A média nacional de taxa de desocupação registrada no país foi de 8,8%.

Em números absolutos, no primeiro trimestre de 2023, das 2,2 milhões de pessoas que procuravam trabalho durante dois anos ou mais no País, 48 mil estavam no RN. No último trimestre de 2022, eram 32 mil pessoas na busca por trabalho por dois anos ou mais e no 1º trimestre do ano anterior, 47 mil pessoas.

Em dados gerais, dos 2,9 milhões de potiguares com 14 anos de idade ou mais, 1,3 milhão está ocupado. Isso significa que o nível de ocupação no Estado é de 44,8%, uma queda de 3,0 p.p. em relação ao trimestre anterior (47,8%).

Tribuna do Norte


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO