GOVERNO

640x128

 


O corpo que foi encontrado em avançado estado de decomposição boiando na Barragem do Rio Mossoró, na manhã de quinta-feira, centro da cidade, é do flanelinha Antônio Alves da Silva, o “Toinho Môco”. Ele estava desaparecido há quase um mês.

Os familiares de Antônio Alves da Silva estiveram no local e reconheceram o corpo. Eles disseram que Toinho Môco, como era mais conhecido, tinha saído de casa para trabalhar como flanelinha no dia 8 de abril e até então não havia dado notícias e nem retornou pra sua residência.

De acordo com in formações, devido ao avançado estado de decomposição, não foi possível determinar a causa da morte do flanelinha. Somente após os exames necroscópicos é que será uma definição.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) esteve no local, colheu algumas informações e vai aguardar o laudo de exame cadavérico do ITEP para decidir sobre o rumo das investigações.

Leia mais: Corpo é encontrado boiando no Rio Mossoró, polícia investiga identidade

Fim da Linha


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO