GOVERNO

640x128

 


Um homem morreu no domingo (28) após tentar atravessar um açude na zona rural de São Bento do Trairi, na região do Agreste potiguar, com uma boia improvisada, segundo o Corpo de Bombeiros.

A corporação foi acionada para a ocorrência no sítio Camelo e chegou ao local por volta das 14h.

Segundo o tenente Tertuliano, comandante do Corpo de Bombeiros de Currais Novos, os militares foram informados que o homem estava com amigos e teria tentado atravessar o açude utilizando uma boia improvisada, feita de duas garrafas pets amarradas com barbante.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, o homem não sabia nadar.

"Ao fazer essa travessia, a boia se soltou, se desfez, a vítima entrou em pânico e aconteceu o afogamento, infelizmente. O local tinha por volta de oito a 10 metros de profundidade", afirmou o comandante.

Após duas horas de buscas, os mergulhadores localizaram o homem sem vida. O Instituto Técnico-Científico de Perícia foi acionado ao local para realizar a perícia no local e levou o corpo da vítima para a sede do instituto em Natal, a fim de passar por exames.

A vítima não foi identificada oficialmente até a última atualização desta matéria.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a população deve usar boias certificadas, como o colete salva-vidas. O tenente Tertuliano ainda recomendou que a população evite tomar banho em açudes, rios e praias após consumir bebidas alcoólicas.

G1/RN



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

INDEPENDÊNCIA

GOVERNO