A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) confirmou que enviou a amostra suspeita de Monkeypox, conhecida como varíola dos macacos colhida em Mossoró/RN para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a secretaria a amostra foi enviada para o Rio de Janeiro para cumprir orientação do Ministério da Saúde. O resultado deve ficar pronto em três dias.

Em nota encaminhada à imprensa no começa da tarde de quinta-feira (4) a Sesap e o Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (LACEN-RN) esclarecem que os casos de Monkeypox só podem ser confirmados após análise nos laboratórios de referência listados pelo Ministério da Saúde. No caso do Rio Grande do Norte, as amostras são enviadas para a Fiocruz.

No momento, o RN tem dois casos confirmados de Monkeypox, dez descartados e dezoito suspeitos.

Está em investigação o primeiro caso suspeito de varíola dos macacos em Mossoró

Um laboratório particular da cidade coletou o exame para Monkeypox em um homem na terça-feira (2). Ele teria histórico de viagem. A secretaria municipal de saúde está em alerta. Se confirmado este será o terceiro caso de contaminação pelo vírus.

Segundo o último relatório do Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde, emitido no dia 3 de agosto, o Estado tem 18 casos suspeitos em sete cidades. As cidades com casos suspeitos são: Ceará-Mirim (1), Macaíba (1), Natal (9), Parnamirim (4), São Gonçalo do Amarante (1) e um caso o potiguar está morando em Portugal. São dois casos confirmados e outros 10 foram descartados.

O Hospital Rafael Fernandes é o local de referência para internação de Monkeypox para os casos de Mossoró e região. De acordo com Dr. Leonardo Meneses, diretor do hospital, a unidade hospitalar já tem leitos prontos para receber os casos que precisarem de internação.

Em portaria o município deveria disponibilizar testagem para Monkeypox pelo serviço público. O Estado vai treinar uma equipe em Mossoró para realizar os exames até a próxima terça-feira (9). O Laboratório Central já está com material disponível e as coletas serão realizadas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Belo Horizonte.

TCM Notícia



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem