A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) divulgou um vídeo nesta semana informando que a Prefeitura de Mossoró não realiza o repasse da verba plus desde janeiro de 2022. Além disso, a instituição solicitou a equiparação da tabela plus entre Mossoró e Natal.

O plus é um valor que complementa as verbas repassadas pela tabela SUS, pois estes valores já estão defasados há décadas. A instituição informa que, para Natal, o repasse chega a ser praticamente o dobro do que ocorre para a unidade em Mossoró, prejudicando o orçamento destinado para o tratamento oncológico de centenas de pacientes.

Essa é a segunda vez em pouco mais de dois meses que a Liga realiza essa cobrança. A LMECC cobrou mais agilidade no repasse do município e explicou a sociedade o motivo de eventualmente precisar paralisar parte dos seus serviços.

“Por que, eventualmente, o serviço oncológico SUS de Mossoró precisa ser paralisado? Isso acontece porque nós recebemos apenas uma parte inferior do plus do Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de Mossoró não nos repassa nada”, aponta a Liga.

Mossoró Notícias





Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem