Com uma movimentação de US$ 408,7 milhões, as exportações no Rio Grande do Norte cresceram 122,6% no primeiro semestre de 2022, se comparado a igual período do ano passado, que teve soma de US$ 184 milhões em produtos exportados.

Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, e indicam a maior alta para o período desde 2011. O saldo da balança comercial registra números expressivos – quase 10 vezes maior – se comparados os seis primeiros meses de 2021 e 2022. As estatísticas apontam um saldo de US$ 24,7 milhões no passado e de US$ 219,4 milhões este ano – um crescimento de 788,25%.

Dentro do recorte, neste ano, os combustíveis são os maiores responsáveis pela alta – equivalem a 59% das exportações totais, somando US$ 242 milhões exportados. Esse valor é 276% maior no comparativo com mesmo período do ano passado. Em seguida, vêm as frutas frescas e nozes (15% das exportações e US$ 59,8 milhões exportados), tecidos e telas (3,9% e US$ 15,8 milhões) e indústria de transformação (3,5% e US$ 14,5 milhões).

Tribuna do Norte



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem