Um ex-funcionário de uma franquia das lojas Colombo está sendo investigado pela suspeita de desviar cerca de 2 mil peças de roupas, entre camisas e calças, após o fechamento das lojas que funcionavam em Mossoró/RN.

Um representante da empresa registrou um Boletim de Ocorrência contra o ex-funcionário na Delegacia de Furtos e Roubos. Na quinta-feira (21), os agentes da especializada foram até a residência do investigado e o conduziram à delegacia.

Os policiais ainda apreenderam várias peças de roupas, que segundo a polícia teriam sido desviadas da empresa franquiada. A empresa alega que o funcionário desviou a mercadoria e estaria vendendo as roupas em comércio próprio.

O investigado, por sua vez, alega ter créditos trabalhistas para receber. De acordo com o delegado Christiano de Melo, o investigado não ficou preso, porque ele apresentou várias alegativas que afastam a possibilidade de prisão em flagrante. O inquérito foi feito por portaria e durante as investigações o delegado vai decidir se pede ou não a prisão dele junto à justiça.

TCM Notícia


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem