O sargento Sabino, do 12º Batalhão de Polícia Militar de Mossoró, teve a mão mordida ao tentar conter um homem que estava alterado e causando tumulto em uma igreja evangélica do bairro Vingt Rosado.

O caso aconteceu na noite de domingo (26). De acordo com informações da PM, Francisco Mendonça da Silva teria parado em frente ao templo e começado a proferir palavras de baixo calão contra o pastor e membros da congregação.

Uma viatura da PM foi acionada e chegando ao local encontraram o homem visivelmente alterado. Ao avistar os policiais, Francisco também começou a xingar os mesmos e recebeu voz de prisão.

O suspeito então resistiu à prisão, sendo necessário que os policiais usassem a força e algemas para prendê-lo. Ao se aproximar dele, o sargento Sabido teve a mão esquerda mordida.

O homem foi conduzido para a delegacia de plantão, onde foi autuado por desacato e por lesão corporal. Ele pagou fiança e irá responder em liberdade.

Já o sargento, recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel e, em seguida, foi encaminhado para exames de corpo de delito na sede do Itep.

O sargento Sabino foi um dos responsáveis por, recentemente, ajudar a salvar a vida de um adolescente baleado após ser assaltado, nas proximidades do Hospital da Mulher, também em Mossoró.

Mossoró Hoje



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem