Um ataque a tiros ocorrido por volta das 12h20 de domingo, 12 de junho de 2022, na Avenida Antônio Bento no Conjunto Malvinas, em Mossoró deixou um morto e outro ferido. A Polícia informou que elementos armados que estavam em um veículo, possivelmente um Ford Fiesta de cor branca, passaram efetuando disparos de arma de fogo contra um grupo de pessoa que estava no local.

Durante os disparos, duas pessoas foram baleadas, sendo que uma delas, o foragido da justiça com mandado de prisão em aberto, Gustavo de Almeida Nascimento, 26 anos, natural do estado de São Paulo, não resistiu e morreu embaixo de um caminhão Baú que estava parado na via.

Outra pessoa identificada como Sanderson Erik Saraiva Ribeiro saiu ferido e foi socorrido por populares para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto São Manoel e após  receber os primeiros socorros, foi transferido pelo SAMU para o Hospital Tarcísio Maia. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

De acordo com informações da polícia, Gustavo, que seria o alvo dos atiradores, foi condenado a 18 anos de prisão por crimes de homicídio (artigo 121) e roubo (artigo 157) e após passar alguns anos preso, recebeu progressão de pena, passando do regime fechado para o semiaberto com uso de tornozeleira eletrônica (TZ). A Central de Monitoramento eletrônico (CEME) ficou sem comunicação com o apenado desde o dia 20 de janeiro deste ano. Gustavo teria danificado o equipamento.

A Vara de Execução Penal (VEP) de Mossoró, ao tomar conhecimento do fato, expediu o mandado de prisão contra Gustavo de Almeida no dia 29 de janeiro de 2022, com data de validade até 09 de julho de 2032. Na tarde de domingo, ele acabou sendo assassinado a tiros.

O corpo dele foi removido após a perícia e encaminhado ao IML do ITEP para ser examinado. A polícia não confirmou se a morte do apenado está relacionada com o crime de homicídio cometido por ele. A DHPP vai investigar o caso. Mossoró chega aos 68 homicídios em 2022.

Fim da Linha



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem