Natal receberá a visita dos dois personagens principais na corrida eleitoral pela Presidência da República deste ano, o presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que estarão na cidade para cumprirem agenda política, nos próximos dias 16 e 17.

O primeiro a desembarcar na Capital do Rio Grande do Norte será o ex-presidente Lula, que deve chegar no dia 16, feriado de Corpus Christi, quando participará da 1ª Feira Nordestina de Agricultura Familiar e Economia Solidária, que será realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) no Centro de Convenções de Natal, entre 15 e 19 próximos.

A visita foi confirmada nesta terça-feira 7 pelo senador Jean Paul Prates (PT), para quem a visita de Lula reforçará a esperança de dias melhores no Rio Grande do Norte e no país. “Chegou a hora de confirmar o que os nossos bons ventos já anunciavam. Receber o presidente Lula em nosso Estado reforça nossa esperança de um Brasil melhor e nos dá força para seguirmos na luta”, afirmou.

Na semana passada, Lula afirmou que, quando viesse ao Rio Grande do Norte, visitaria o município de Timbaúba dos Batistas, para conhecer as bordadeiras que ajudaram a confeccionar o vestido de noiva de sua esposa, a socióloga Rosângela da Silva, a Janja.

Já Bolsonaro chegará em Natal no dia 17, quando participará do lançamento do programa “Internet Brasil”, ao lado do ministro das Comunicações, Fábio Faria, na praça Mãe Peregrina, no Pitimbu. A visita foi confirmada pela assessoria do Ministério das Comunicações. Ele também deve participar da “Marcha com Jesus pela Liberdade”, no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Nevaldo Rocha.

Esta será a quinta visita presidencial ao RN

A última vez que o presidente Jair Bolsonaro esteve no Rio Grande do Norte foi no dia 30 de março, para a cerimônia de inauguração da expansão do sistema de trens urbanos da Grande Natal. Ele visitou as três novas estações do sistema de trens urbanos em Parnamirim: Centro, Boa Esperança e Cajupiranga.

Na ocasião, o presidente estava acompanhado pelos Fábio Faria (Comunicações), João Roma (Cidadania), Ciro Nogueira (Casa Civil) e o então ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), em sua última aparição pública antes de se licenciar para disputar o Senado Federal.

A primeira vez foi em agosto de 2020, quando ele esteve em Mossoró para a inauguração de casas populares e em Ipanguaçu para a cerimônia de ampliação do sistema de abastecimento de água. Já a segunda vez foi em junho de 2021, para visita técnica à Barragem de Oiticica, em Jucurutu.

A terceira visita presidencial ocorreu em fevereiro deste ano, para inspeção das obras da barragem de Oiticica e a chegada das águas da transposição do Rio São Francisco ao Rio Grande do Norte, no município de Jardim de Piranhas. Bolsonaro também promoveu uma motociata e cavalgada em Caicó.

O ex-presidente foi à rádio acompanhado da governadora Fátima Bezerra (PT), que segundo ele está colocando o estado nos eixos após herdar uma grave crise. “Fátima certamente marcará a história do Rio Grande do Norte. A gente tem que saber que esta mulher pegou este estado combalido. Somente em maio ela vai conseguir terminar de pagar a quantidade de salários atrasados que ela herdou”, avaliou.

Para Lula, Fátima tem compromisso com a população, o que é a melhor maneira de governar. “A palavra governar está errada. A palavra deve ser cuidar. E isso significa fazer uma escala de preferência. Você começa cuidando dos mais necessitados até você governar para todo mundo, para o rico, para a classe média, para o banqueiro, para o bancário. Mas tem que ter uma prioridade. E a prioridade é garantir que as pessoas pobres subam um degrau na escala social”, explicou.

Agora RN



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem