O Tribunal do Juri Popular da Comarca de Mossoró absolveu na segunda-feira (13), o sargento da Polícia Militar, Adiel Dutra Dantas Sobrinho, da acusação de homicídio contra o estudante de engenharia José Fernandes Castelo, na época com 19 anos. Fato ocorrido no dia 13 de abril de 2013, no bairro Nova Betânia, em Mossoró/RN.

O estudante estava conduzindo um veículo e teria furado uma barreira policial, na Avenida Leste Oeste, provocando uma perseguição que percorreu sete quilômetros por ruas de vários bairros da cidade. No bairro Nova Betânia, os policiais efetuaram disparos de arma de fogo e um dos tiros atravessou a lanterna traseira do carro e acabou acertando o estudante, que ainda chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Tarcísio Maia.

Leia mais: Estudante de Engenharia Civil fura blitz, atropela três e termina morto pela Polícia

O julgamento, realizado nesta segunda-feira no Fórum Silveira Martins, sob a presidência do Juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, teve como representante do Ministério Público Estadual, o promotor Armando Lúcio Ribeiro, que contou com a assistência de um advogado de uma das bancas mais respeitadas do estado do Ceará.

Na defesa do réu Adiel Dutra, atuaram os advogados Abrão Dutra e Denys Tavares de Freitas e um terceiro profissional. Após analisar detalhadamente os debates entre defesa e acusação, o corpo de jurados, entrou para sala secreta e votou pela absolvição do sargento Adiel Dutra.

TCM Notícia



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem