A diretoria do Flamengo já não enxerga possibilidades de manter o técnico Paulo Sousa no cargo de técnico após a derrota por 1 a 0 para o Red Bull Bragantino. Agora, a discussão é sobre quais são os próximos passos para o comando do time de imediato. Inicialmente, a ideia era mantê-lo pelo menos até a partida contra o Internacional, sábado (11), mas isso já não parece viável.

Desde a última segunda-feira (6), o presidente Rodolfo Landim já havia percebido a situação de fragilidade de Paulo Sousa e mandou o departamento de futebol mapear substitutos para o cargo. Mas a intenção era pelo menos segura-lo até sábado, dando chance de recuperação e tempo para procurar outro técnico.

Ao mesmo tempo, a preocupação da diretoria do Flamengo é que não há sequer um auxiliar técnico para substituir Paulo Sousa e comandar o time interinamente. Por isso, é necessário um debate para sua saída. Mas, com a derrota com um jogador a mais, a avaliação na própria diretoria é que qualquer resultado ruim vai ainda mais para a conta de Landim.

Por isso, o vice-presidente de Futebol, Marcos Braz, e o diretor, Bruno Spindel, discutiam o que fazer após o jogo em telefonema com Landim.

UOL



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem