Nesta terça (24), às 14h, o Instituto do Cérebro recebe em seu auditório o jornalista Marcelo Leite para a palestra “Desafios do jornalismo de ciência”. O encontro contará com a presença e participação do neurocientista Dráulio Araújo, professor e pesquisador do ICe na área de substâncias psicoativas. Na oportunidade, Marcelo vai falar tanto sobre jornalismo científico quanto sobre os preconceitos que envolvem o uso dos psicodélicos, tema abordado em seu mais recente livro “Psiconautas” (Fósforo, 2021). O evento é gratuito e destinado aos interessados no tema, jornalistas e alunos, mediante inscrição.

Sobre Marcelo Leite

Marcelo Leite, jornalista, é formado pela ECA-USP. Especializado em jornalismo científico, com atenção em biologia e Amazônia, foi bolsista da Fundação Krupp, na Alemanha, com estágios nas redações das revistas de divulgação científica Bild der Wissenschaft e Kosmos, e no jornal diário Stuttgarter Zeitung. Na Folha de S. Paulo desde 1986, já foi editor de Ciência e de Opinião, correspondente em Berlim e ombudsman. Doutor em Ciências Sociais pela Unicamp, teve sua dissertação publicada em 2007 pela Editora Unesp sob o título “Promessas do genoma”. É autor de vários livros básicos sobre ciência e ambiente, como “Os alimentos transgênicos” (Publifolha, 2000), “A floresta amazônica” (Publifolha, 2001), ”O DNA” (Publifolha, 2003), “Ciência: use com cuidado” (Unicamp, 2008) e Darwin (Publifolha, 2009). Seu último lançamento foi “Psiconautas” (2021), pela editora Fósforo. É detentor dos prêmios de jornalismo brasileiros José Reis (2005), Esso/Exxon (2009 e 2015), José Alencar/CNI (2014 e 2015), Líbero Badaró (2014) e Petrobras (2017). Recebeu também o prêmio internacional WASH Media Award (2014). Foi finalista dos prêmios Exxon (2014) e Gabriel García Márquez/FNPI (2014 e 2019). Escreve quinzenalmente aos domingos e também assina a coluna “Virada Psicodélica” quinzenalmente, às segundas, no site da Folha.





Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem