Editor e repórter da TV Globo Brasília, brutalmente esfaqueado em 14 de abril, Gabriel Luiz recebeu alta do hospital na sexta-feira (6/5). De casa, o jornalista precisará continuar com cuidados médicos, para conseguir a recuperação total.

“Tenho que continuar fazendo fisioterapia e cuidar do pâncreas, que ainda está cicatrizando. Por isso não posso comer coisa muito gordurosa. A notícia boa é que o pior já passou, não corro mais nenhum risco. E agarrar a essa nova oportunidade que a vida está me dando”, afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais.

Gabriel disse que torcia muito para que o momento da alta chegasse: “Foram dias difíceis, intensos, mas já passou. Quero agradecer todos os médicos, enfermeiras que cuidaram de mim, desde o começo. Quero agradecer também as mensagens de carinho, as orações, tudo isso toca muito o meu coração e fico sem palavras”.

O crime

A PCDF deteve os dois suspeitos de terem atacado o editor com pelo menos 10 facadas. Os criminosos foram levados à delegacia no dia 15, menos de 24h após o crime. A corporação confirmou que o caso se trata de uma tentativa de latrocínio.

Em entrevista coletiva, o delegado Petter Fischer Ranquetat, da 3ª DP (Cruzeiro), disse que José Felipe Leite Tunholi, 19 anos, e o comparsa, de 17, viram no jornalista uma potencial vítima e decidiram assaltá-lo. José Felipe foi acusado de tentativa de homicídio e corrupção de menores.

Metrópoles



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem