PT, PCdoB e PV registram nesta segunda-feira (18) o estatuto e o programa da Federação formada entre as siglas, denominada de "Brasil da Esperança (FE Brasil)".

O anúncio foi feito em nota assinada pelos presidentes dos três partidos: Gleisi Hoffmann (PT), Luciana Santos (PCdoB) e José Luís Penna (PV).

"A Assembleia Geral da Federação, órgão máximo de deliberação, será composta por 60 membros, sendo 9 vagas distribuídas igualmente (3 por partido) e 51 distribuídas na proporção dos votos obtidos por cada partido nas eleições para a Câmara dos Deputados de 2018. As deliberações da Assembleia Geral serão tomadas por maioria de três quartos de seus membros. Na composição da Assembleia Geral, cada partido terá de indicar no mínimo 30% de mulheres e no mínimo 20% respeitando o critério étnico-racial. A Comissão Executiva Nacional da Federação terá 18 membros. Os presidentes de cada um dos partidos são membros natos da comissão e as outras 15 vagas seguirão à proporção dos votos obtidos na eleição para a Câmara de 2018. A primeira presidenta da FE Brasil será a deputada Gleisi Hoffmann (PT); a primeira vice-presidenta, Luciana Santos (PCdoB), e o segundo vice, José Luís Penna (PV). O mandato é de um ano, com rodízio entre os presidentes de cada um dos partidos, podendo haver recondução por decisão unânime", explica o site do PT.

No Rio Grande do Norte, a governadora Fátima Bezerra trabalhou bem para fortalecer a federação na reta final da “janela partidária”, filiando quatro deputados estaduais governistas ao PV, já que PT e PCdoB não aceitariam esses políticos.

Foram para o PV Eudiane Macedo (ex-Republicanos), George Soares (ex-PL), Hermano Morais (ex-PSB) e Vivaldo Costa (ex-PSD).

Com isso, a federação no RN conta com seis mandatos, somando os dois do PT: Isolda Dantas e Francisco, e disputará o pleito proporcional com nominata forte à Assembleia Legislativa.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem