A Petrobras anunciou, por meio de nota, na sexta-feira (29), um aumento médio de 19% no valor do m³ do gás natural para as distribuidoras, com relação ao trimestre fevereiro-março-abril.

A medida passa a valer a partir deste domingo, dia 1º de maio. Segundo a estatal, o ajuste decorre da atualização com base nas fórmulas acordadas, que vinculam a variação do preço do gás às variações do petróleo brent e da taxa de câmbio.

“Os preços atualizados ficarão vigentes até 31 de julho de 2022, conforme condição previamente negociada e estabelecida nos contratos firmados”, diz a nota.

O gás natural é matéria-prima do GNV, do gás de cozinha encanado e é fonte de energia para diversos setores da indústria. Para botijão, o valor de referência é o GLP.

Atualmente, o preço médio de botijão de gás de 13kg varia entre R$ 113 no território nacional, com o preço mais alto atingindo R$ 160.

O preço final dos produtos, com o novo aumento anunciado, pela Petrobras dependerá, ainda, das margens das distribuidoras (e, no caso do GNV, dos postos de revenda) e dos tributos federais e estaduais.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem