Na segunda-feira, 25, a governadora Fátima Bezerra, sancionou a lei do ‘Circo Vivo’ de autoria da deputada estadual Isolda Dantas (PT) que garante espaços públicos destinados à instalação e funcionamento de circos, trupes, associações artísticas itinerantes garantindo o acesso de seus integrantes às redes de saúde, educação e segurança no Rio Grande do Norte.

O Projeto do Circo Vivo foi construído junto aos artistas e fórum de cultura potiguar e garante espaços públicos destinados ao funcionamento dos circos e assegura aos artistas circenses o acesso às redes de saúde, segurança e educação em todo o RN. 

A parlamentar enalteceu a importância da Lei ao observar as condições adversas vivenciadas pelas famílias circenses em todo o Brasil.

“Geralmente as famílias circenses sobrevivem em condições adversas, especialmente diante da fragilidade da estrutura sanitária ofertada a estas comunidades pelas municipalidades que as sediam. Assim, considerando que os circenses e suas famílias são o elo mais frágil da cadeia da indústria do entretenimento, impõe-se a necessidade de buscarmos a estes, proteção administrativa especial para a execução de suas atividades assegurando garantia de direitos e condições sanitárias dignas de sobrevivência”, finalizou Isolda.

De acordo com dados do Setorial o Circo do RN, o estado conta, atualmente, com 28 circos em trânsito, 34 famílias de tradição e 14 trupes em atividade. 

O evento de sanção acontece na Escola Estadual Auta de Sousa, em Macaíba, e conta com representações da classe: circos itinerantes; trupes, grupos, coletivos e companhias; circos sociais; artistas independentes de circo estarão presentes no momento que a governadora transforma em política a lei aprovada.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem