O prefeito de Mossoró e uma das principais lideranças do Solidariedade no Rio Grande do Norte, Allyson Bezerra, preferiu não falar sobre sua ausência no lançamento da chapa para eleição majoritária em oposição à reeleição da governadora Fátima Bezerra (PT). Os nomes de Fábio Dantas (SDD) e Rogério Marinho (PL), respectivamente, pré-candidatos ao governo do Estado e Senado Federal, foram anunciados na terça-feira 19, em evento no Holiday Inn.

O prefeito mossoroense não respondeu os questionamentos feitos pela reportagem do AGORA RN, que procurou saber sua posição em relação à união SDD-PL, se Rogério Marinho terá seu apoio, se ele (Allyson) havia sido consultado sobre a escolha, e por fim, se a informação de que haveria na cidade de Mossoró um novo lançamento da chapa.

Allyson Bezerra, apenas, se pronunciou através de sua assessoria de comunicação, e a alegação no momento, para não se discutir sobre processo eleitoral, é de incompatibilidade de agendas por causa da organização do Mossoró Cidade Junina. “O prefeito Allyson Bezerra segue com intensa agenda de trabalho em Mossoró. No momento, a gestão municipal está empenhada nos preparativos para a realização do Mossoró Cidade Junina 2022”, comunicou a assessoria do prefeito.

O prefeito está reticente quanto ao posicionamento na disputa majoritária. Em entrevistas anteriores, Allyson Bezerra sequer citou o seu ex-auxiliar Brenno Queiroga. Até mesmo quando tratou do tema eleições no programa “Foro de Moscow”, no YouTube, o prefeito referiu-se às eleições proporcionais, dizendo que “os candidatos que terão meu apoio são: Soldado Jadson (SDD) para deputado estadual e vereador Lawrence Amorim (SDD) para deputado federal”.

CRÍTICAS A ROGÉRIO MARINHO. Também recentemente, Allyson Bezerra criticou Rogério Marinho. Na ocasião, Marinho ainda estava à frente da pasta do Ministério do Desenvolvimento Regional. O prefeito mossoroense declarou em bom tom que esperava mais do ministro, que ele (Rogério Marinho) deveria trabalhar mais por uma das principais cidades do Estado, no caso Mossoró. “Esperava mais do ministro Rogério Marinho, as ações do Ministério precisam chegar em todos os municípios”, disparou Allyson no final de fevereiro ao programa “12 em Ponto”, da 98 FM.

Na época, estava posta a pré-candidatura ao Senado Federal do ministro das Comunicações Fábio Faria, e Allyson Bezerra tinha declarado apoio a eke. Ao defender o nome de Fábio Faria, dissera que o ministro foi fundamental para destravar ações em Brasília para Mossoró, e que o ministro tem trabalho reconhecido pela cidade.

Mossoró Hoje



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem