O Rio Grande do Norte fechou 2.430 vagas de trabalho formal em janeiro de 2022, de acordo com dados do painel de informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

O saldo negativo é resultado da diferença entre o número de contratações (14.154) e de demissões (16.584).

Ainda de acordo com o painel o saldo potiguar foi o pior entre todos os estados e ficou na contramão dos saldos positivos registrados no Brasil (155 mil novas vagas) e na região Nordeste (5.388 ).

O resultado de fechamento de vagas no estado ocorreu logo após o fim de 2021, quando o estado registrou a marca positiva de 32,2 mil novas vagas criadas.

Em janeiro do ano passado, o saldo positivo tinha sido de 1.815 vagas. Em dezembro, o saldo foi negativo, com -1.018 demissões.


A maioria dos estados da região Nordeste teve saldo negativo em janeiro de 2022 e o resultado positivo da região foi possível graças a um saldo de mais de 11 mil novas vagas na Bahia. Pernambuco e Maranhão foram os outros estados com saldo positivo.

Situação por setor

O comércio, a indústria e a agricultura foram responsáveis pelo maior volume de demissões ao longo do mês no Rio Grande do Norte.

Os setores de construção e serviços foram os únicos que contrataram mais do que demitiram, mas o saldo deles não foi suficiente para compensar as perdas em outras áreas.

Saldo de empregos por setor no RN em janeiro


G1/RN


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem