População deve acessar o site do Notifica RN e preencher formulário

Com o início das vendas de autotestes de Covid-19 nas farmácias do RN, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) alerta que os resultados destes testes podem ser notificados à Vigilância em Saúde por meio da plataforma eletrônica Notifica RN.

O sistema, desenvolvido pela Unidade de Gestão de Tecnologia e Sistemas de Informação e Comunicação (UGTSIC) da Sesap, foi lançado no último dia 17 de fevereiro e está disponível no endereço eletrônico: www.notificarn.saude.rn.gov.br

“Garantir que esses resultados irão chegar aos sistemas de informação em âmbito nacional, irá reforçar a vigilância do estado do RN. É fundamental que nós possamos entender o cenário de adoecimento, quem são essas pessoas e onde elas estão, para que nós possamos inclusive tomar medidas mais assertivas com relação ao curso da pandemia aqui no RN”, disse Kelly Lima, coordenadora de vigilância em saúde da Sesap.

Também continuam disponíveis as notificações por e-mail: cievsrn@gmail.com /notifica@rn.gov.br e pelos telefones: 0800-281-2801 (das 7h às 17h), (84) 98102-5948 (whatsapp), (84) 3232-2801 (das 7h às 17h em dias úteis).

O Notifica RN pode e deve ser utilizado por profissionais de saúde ou qualquer cidadão, visando a colaboração de toda a sociedade no acompanhamento da saúde pública do Estado. Todas as informações contidas nos formulários são para fins epidemiológicos, e são garantidos o sigilo e a proteção dos dados pessoais sob a Lei n. 13.709, de 14 de agosto de 2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD).

A informação é recebida pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), unidade integrante da Rede Nacional de Monitoramento e Respostas às Emergências em Saúde Pública, que prossegue com a investigação e dá seguimento aos protocolos.

Além das notificações dos autotestes de Covid-19, também estão disponíveis para notificação: acidentes de trabalho, ocorrências com animais, reinfecção por Covid, infecção hospitalar, malformação congênita, entre outros.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem