O Sindicato dos Combustíveis do Distrito Federal (Sindicombustíveis-DF) prevê a possibilidade de aumento de pelo menos R$ 0,70 no litro da gasolina nos próximos dias, como uma das consequências do conflito na Ucrânia.

O presidente do Sindicombustíveis-DF, Paulo Tavares, disse nessa terça-feira (1º), ao Metrópoles, que a defasagem de preço da Petrobras para o mercado internacional foi de R$ 0,73 no caso da gasolina e de R$ 0,69 no do óleo diesel. “É possível que a Petrobras repasse essa diferença de R$ 0,73 para a revenda por causa dessa crise”, avalia.

“O último aumento que a Petrobras fez foi no meio de janeiro, e a elevação foi de R$ 0,15, para corrigir essa defasagem. Então, essa diferença atual é o que a Petrobras, em tese, deveria reajustar hoje para as distribuidoras”, diz Paulo.

Revista Fórum


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem