A Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito (SESDEM), por meio da Guarda Civil Municipal, avança na capacitação dos agentes de segurança municipais para aquisição do porte institucional de arma de fogo. Na quarta-feira (16), a primeira turma, composta por 40 guardas municipais, avançou na aula prática de tiro de precisão, tempo e saque rápido, realizada no Clube de Tiro Mossoró. 

O Curso de Capacitação em Armamento e Tiro está sendo executado pelo Centro de Formação da Guarda Civil Municipal, com atividades teóricas e práticas desde o dia 7 de março passado. O treinamento integra a última etapa para a aquisição do porte de arma institucional, documento aguardado há quase uma década pela categoria. Quase 250 guardas municipais, divididos em 6 grupos, vão participar do curso. A qualificação tem carga horária mínima de 160h, com 400 disparos por agente.

Secretário de Segurança, Cledinilson Morais acompanhou o desenvolvimento dos agentes durante a aula prática. “O curso avança, chegando na parte prática de tiro. Estou acompanhando de perto, vendo o desempenho dos guardas municipais. Um desempenho muito bom, estão nos primeiros dias do treinamento prático, então, a tendência é que esse desempenho evolua de acordo com as instruções realizadas”, pontuou o titular.

“Estamos seguindo rigorosamente a grade curricular da Polícia Federal. Cada guarda municipal efetuará 280 disparos de pistola ponto 40 e 120 disparos de revólver 38. Observamos desde o início das aulas práticas uma evolução na qualidade do disparo e enquadramento ao alvo. O curso vai capacitar o guarda para atuar nas ruas de Mossoró, oferecendo um melhor serviço à população”, explicou o inspetor Ranielison Marques.

Pereira Neto, guarda municipal, não escondeu a emoção de estar participando da primeira turma para aquisição do porte. “Um momento muito aguardado por todos nós. É muita emoção, vamos aproveitar o momento para aprender o possível. A arma de fogo é um instrumento de defesa que vamos ter para podermos defender a população de forma correta e nivelada”, comentou.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem