Um detento de 48 anos foi encontrado morto na madrugada de terça-feira (8), em uma das celas do Presídio Provisório "Manoel Alves Pessoa Neto”, em Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte.

De acordo com a Polícia Civil, o preso foi identificado como José de Oliveira Gonçalves, de 48 anos, conhecido como "Lamparina". Ele estava em uma cela de isolamento quando foi encontrado por volta de 1h10. 

Segundo a Polícia Civil de Caraúbas, o preso não tinha morrido enforcado, teria sido morto.

A direção da Cadeia Pública de Caraúbas não confirma a causa da morte e só se pronunciará depois da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança emitir a nota de esclarecimento do caso.

De acordo com informações, a equipe técnica do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) foi acionada pela direção da unidade prisional, que retirou o corpo do local e fez perícia.

Agora a equipe da Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, que tem como delegado titular, bacharel Dr. Paulo Petronilo da Silva Nilo, investigará o caso. A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária- SEAP irá emitir uma nota à imprensa falando sobre o ocorrido.

José de Oliveira tinha sido condenado a 22 anos de prisão por ter matado a ex-mulher dele em Jardim de Piranhas, município da região Seridó, com um tiro de revólver na frente dos filhos ainda crianças em abril de 2017.

Passando na Hora




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem