Os moradores de um condomínio de classe média alta na cidade de Mossoró se revoltaram após um dos vizinhos colocar, no terraço de sua casa, uma placa contendo uma suástica nazista.

A denúncia partiu de uma pessoa que mora no condomínio, que pediu para não ser identificada. A placa aparentemente parece desgastada e tem uma mancha de tinta cobrindo parte do emblema nazista.

“Quando eu vi a placa, de longe, quase não acreditei que pudesse ser verdade.”, contou o morador. “É uma placa antiga, está até manchada. Ele a colocou no terraço, no último andar da casa. Não sabemos se ele encontrou ela assim e levou para casa ou se ele já tinha ela em casa e resolveu colocar no terraço”.

Indignados, os vizinhos resolveram fazer algumas imagens com auxílio de um drone, para se certificar de que o símbolo contido na placa era mesmo a suástica usada pelos nazistas. “Nós ficamos espantados quando vimos as fotos”, disse o morador que descobriu a placa. “Era mesmo uma suástica. Conversando com outros vizinhos, todos se disseram espantados. O clima também é de revolta e medo, pois não sabemos do que uma pessoa como essa é capaz”.

Segundo o relato de outro morador, o proprietário da casa onde a placa foi colocada é uma pessoa “estranha”, de poucos amigos. “Em geral, o pessoal daqui é cordial, educado, mas ele não. Grita com as pessoas, ofende”, contou.

A casa onde foi colocada a placa foi construída há pouco mais de 5 anos, mas os condôminos não sabem dizer se foi o homem que a construiu ou se o imóvel foi alugado e ele se mudou há pouco tempo para lá.

“Esses extremistas estão surgindo em todos os cantos do País, o que é incompreensível. Somos um povo miscigenado, brasileiro não tem nada de ariano, não. E aí vem um nordestino levantar um símbolo desse? É contraditório demais”, Vizinho denunciante.

Denúncia ainda não foi formalizada

Por meio de nota, a administração do Condomínio Veronique, onde ocorreu a descoberta da placa com a suástica, declarou que, até o momento, não houve nenhuma reclamação ou denúncia formal sobre o fato narrado pelos moradores.

“Somos cientes da gravidade existente na apologia ao nazismo, sobretudo por tudo de mal que fez contra a humanidade. E, em se constatando o suposto fato, caberá às autoridades policiais adotarem as medidas cabíveis. A administração do condomínio, tão logo seja provocada, prestará os esclarecimentos de sua responsabilidade para elucidação do caso”, afirma a administração do empreendimento, na nota.

O condomínio fica num bairro da zona sul de Mossoró, onde também se localiza o aeroporto da cidade. Fundado em 2007, conta com 493 lotes destinados à construção de residências familiares, numa área de 14 hectares.

O empreendimento conta com área de lazer com piscinas, churrasqueiras, playground, quadra poliesportiva e academia de musculação. A vigilância é armada e motorizada e o sistema de monitoramento conta com 41 câmeras, além de câmeras speed dome, que captam e processam imagens de alta qualidade para locais que necessitem de clareza e riqueza de detalhes.

A apologia ao nazismo é crime previsto em lei no Brasil, com pena de reclusão. Ela se enquadra na Lei 7.716/1989, segundo a qual é crime praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A pena é de reclusão de um a três anos e multa ou reclusão de dois a cinco anos e multa se o crime foi cometido em publicações ou meios de comunicação social.

A mesma lei também deixa claro que é crime fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo. A pena é de reclusão de dois a cinco anos e multa.

Uol


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem