Mossoró atingiu na quinta-feira (17) 50% das crianças vacinadas com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, é o que apontava o RN Mais Vacina, portal que acompanha em tempo real a imunização da população potiguar contra o novo coronavírus. Quase 14,5 mil entre 5 e 11 anos já tomaram a D1.

Mossoró foi o primeiro município do Rio Grande do Norte a iniciar oficialmente a imunização deste público-alvo no início da segunda quinzena do mês passado. Até o encerramento desta edição, a segunda maior cidade potiguar contabilizava 14.453 pessoas nesta faixa etária.

Conforme a ferramenta, o município ainda não tem registro de nenhuma criança que tenha tomado a segunda dose, consequentemente não tem nenhuma com a dose em atraso. A cidade tem estimado 28.809 crianças nesta faixa de idade.

O esquema de vacinação para crianças, adolescentes e adultos acontece com a disponibilização de pontos de vacinação de domingo a domingo. Durante a semana, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), 47 no total, disponibilizam as vacinas e nos fins de semana são montados pontos extras em locais estratégicos.

Para a vacinação de crianças, o Ministério da Saúde distribui para estados e Distrito Federal os imunizantes da Pfizer e da CoronaVac. Aqueles que tomaram a vacina da Pfizer devem retornar ao posto de vacinação para receber a segunda dose oito semanas (cerca de dois meses) depois de tomar a primeira. Já para as crianças que receberam o imunizante CoronaVac, o intervalo entre uma dose e outra é de 28 dias.

RIO GRANDE DO NORTE

Recentemente, a Secretaria de Estado da Saúde Pública divulgou, citando dados do Ministério da Saúde, que o Rio Grande do Norte ocupava a terceira colocação entre os estados brasileiros que mais vacinavam crianças. O RN ficava atrás do estado de São Paulo e do Distrito Federal.

De acordo com o RN Mais Vacina, 131.337 crianças de 5 a 11 anos receberam a primeira dose da vacina até o fechamento desta edição.

O último levantamento da Sesap apontava que tinham sido distribuídas 335 mil doses, sendo 110 mil da CoronaVac e o restante da Pfizer pediátrica, o suficiente para iniciar o esquema vacinal de todas as crianças nessa faixa etária, que tem como público-alvo o total de 335.093 crianças. A meta é chegar a 95%.

Vale salientar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou em dezembro do ano passado o início do uso da vacina no Brasil para a faixa etária de 5 a 11 anos.

A Anvisa destaca que a vacina para crianças tem dosagem e composição diferentes daquela utilizada para os maiores de 12 anos. A formulação da vacina para crianças é aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas), com pelo menos 21 dias de intervalo entre as doses.

A tampa do frasco da vacina vem na cor laranja. A cor é para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas. Para os maiores de 12 anos, a vacina, que será aplicada em doses de 0,3 mL, terá tampa na cor roxa.

Jornal De Fato



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem