Mossoró atinge a marca dos trinta assassinatos em 2022. Mais um homicídio foi registrado na cidade. O crime aconteceu por volta das 06h10 desta sexta-feira(25), na Avenida Alberto Maranhão, nas proximidades da antiga Indufal, no Bairro Barrocas. A vítima não portava documentos de identificação, mas segundo informações de populares seria a pessoa de Railson da Silva, mais conhecido como "Nego Cão, já com passagem pelo sistema prisional.

Ele caminhava em via pública quando sofreu ao menos 10 tiros de pistola calibre 380 e morreu na hora. O suspeito do crime, identificado como João Batista Neto Lopes, conhecido como "Netinho Bigode", de 29 anos, foi preso em flagrante. A PM informou que uma viatura estava patrulhando nas imediações quando os policiais ouviram os disparos e de imediato se deslocaram até o local.

Quando a guarnição chegou se deparou com um homem com a pistola em punho na cena do crime. Ao avistar a viatura, tentou fugir de moto e atirou contra os policiais que revidaram. Na troca de tiros, João Batista acabou sendo baleado na perna e socorrido pela guarnição para o Hospital Tarcísio Maia, onde foi entregue a equipe médica de plantão e aparentemente sem risco de morrer.

Os policiais apreenderam a arma usada no crime e a motocicleta do suspeito. João Batista teria dito aos PMs que o crime teria sido motivado por vingança. Railson teria esfaqueado sua avô há algum tempo atrás e hoje ele acertou as contas com o agressor.  Após a perícia o corpo da vítima foi recolhido para exames no IML do ITEP.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem