Policiais civis do Rio Grande do Norte estão mobilizados pela não retirada de seus vencimentos de um adicional (ADST). O Ministério Público moveu uma ação de inconstitucionalidade desse pagamento feito pelo governo do estado. Diante da situação, a categoria vai estar acampada em frente a sede da governadoria em Natal para tentar resolver esse impasse com a chefe do executivo estadual.

Em Mossoró, todas as delegacias, com exceção da DP de Plantão, estarão sem atendimento ao público nesta segunda-feira (07). Os policiais civis se apresentarão na Delegacia Regional e ficarão lá de braços cruzados. No final da tarde de hoje está agendada uma reunião entre o secretariado e os representantes das entidades ocasião na qual o Governo deverá dar uma resposta sobre a proposta.

Além disso, na terça-feira, 8, o Governo terá uma reunião com o Ministério Público, que moveu ação na Justiça contra o Estado para retirar o ADTS. Os representantes do SINPOL-RN e associações foram convidados a participar dessa reunião.

Na última sexta-feira (04), os policiais civis, mais uma vez em frente à Governadoria, decidiram pela continuidade da assembleia permanente e marcaram um novo encontro para a próxima segunda-feira, às 8h, em frente à Central de Flagrantes da Polícia Civil. “A categoria continua mobilizada contra qualquer tipo de retirada de direito e redução de salário. Vamos nos reunir em Assembleia Geral na manhã da segunda e decidir os rumos da nossa luta”, comenta Edilza Faustino, presidente do SINPOL-RN.

Fim da Linha




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem