O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) informou há pouco que cerca de 180 profissionais da área da Saúde estão afastados com Covid-19. Segundo o sindicato, os dados são da Vigilância à Saúde de Mossoró.

Além de denunciar o grande número de profissionais contaminados na terceira onda da pandemia, o Sindiserpum está cobrando a retomada do pagamento dos 40% de insalubridade para quem está na linha de frente de combate ao novo coronavírus.

“O servidor público da Saúde municipal está adoecido, está na linha de frente e sem escudos… e desvalorizado. A covid não acabou, a insalubridade sim! Por menos aplausos, por mais valorização! Insalubridade máxima já!”, publicou o Sindiserpum.

Portal do Oeste


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem