Morreu na terça-feira (4) em Natal, aos 59 anos, o pastor Paulo Eduardo de Lima, dirigente da Congregação Centenário, da Igreja Assembleia de Deus, na Zona Norte da capital potiguar. Diagnosticado com Covid-19, o pastor estava internado desde dezembro no Hospital dos Pescadores tratando complicações da doença, vindo a óbito nesta terça.

Amigos do pastor informaram ao Portal da 98 FM que ele se recusava a receber a vacina contra a Covid-19. Segundo eles, o pastor declarava que não via necessidade na imunização. Ele era hipertenso e diabético, condição que eleva as chances de morte em caso de contaminação por Covid.

Pelas redes sociais, fiéis lamentaram a morte do pastor e se solidarizaram com a família. Nas mensagens, eles destacam o trabalho evangelizador e o perfil de Paulo Eduardo.

“Um ser humano como eu não tinha conhecido. Bom, cuidadoso com todos, visitava e cuidava de todos, não media esforços para cuidar das ovelhas e de todos que ele sabia que precisavam”, escreveu Vilma Nunes. “Quem dera todos os pastores fossem iguais a ele: um pastor prestativo, que nunca esquecia de visitar suas ovelhas”, postou Lindomar Dantas.

Em nota, a Assembleia de Deus destacou que Paulo Eduardo de Lima era “marido dedicado, pai amoroso e crente fiel, pacífico e pacificador, que sentindo o perfume do céu expressou à sua família o desejo de ir ao seio do seu amado Senhor”.

Portal da 98 FM



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem