Do Blog do Carlos Santos

Dirigente do PSB no RN e pré-candidato à reeleição à Câmara Federal, Rafael Motta vê com naturalidade a possibilidade do PT, PCdoB e sua legenda formarem uma federação partidária.

“Esses três partidos têm conversado bastante. Participei de alguns diálogos e achei produtivo. Há um bom entendimento entre os quadros”, comenta ele ao Canal BCS (Blog Carlos Santos).

“A provável vinda do ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), para o PSB, deve sacramentar isso”, calcula.

E quanto ao cenário político no RN, ele entende que os três partidos que já fazem parte da base da governadora  Fátima Bezerra (PT), apenas realçariam essa afinidade, na campanha. “Damos suporte à governadora aqui no RN, então não muda muito”, observa.

O que pode mudar é o projeto de reeleição a deputado federal de Motta. Ele não foge a novo desafio: uma vaga, disputa majoritária, ao Senado:

– Quanto ao Senado, é o que eu digo sempre, e repito que o meu projeto é federal, mas se for para não permitir que a vaga vá para o bolsonarismo, topo a parada.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem