Banner 1


A farmacêutica Pfizer planeja ter disponível em março uma vacina atualizada contra a Covid-19 que inclui uma proteção maior à variante Ômicron do coronavírus.

Em entrevista à emissora estadunidense CNBC na segunda-feira (10), Albert Bourla, diretor-executivo da companhia, afirmou que os primeiros lotes já estão sendo fabricados “a risco”.

Essa produção por conta própria ocorre porque a Pfizer não sabe em qual contexto ela seria usada, mas quer disponibilizá-la logo por haver interesse de alguns países.

“A esperança é que alcancemos algo que tenha uma proteção muito, muito melhor principalmente contra infecções, porque a proteção contra as hospitalizações e as doenças graves é razoável agora, com as vacinas atuais, desde que você esteja tendo, digamos, a terceira dose”, afirmou Bourla.

Caso os planos se concretizem, a Pfizer vai estrear a segunda geração de vacinas anti-Covid.

As de primeira geração — feitas a partir do vírus original, de Wuhan (China) — perdem eficácia contra casos sintomáticos da Covid-19, especialmente naqueles provocados pela variante Ômicron, com mais mutações e muito mais transmissível que as demais.

O processo de aprovação da vacina atualizada junto às agências reguladoras ao redor do mundo também tende a ser mais ágil, segundo especialistas.

R7



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem