Banner 1


Um bebê, de idade ainda não identificada, foi encontrado na noite de terça-feira (30) envolto em uma sacola dentro de uma geladeira em Belo Horizonte. O corpo estava dentro do eletrodoméstico havia um ano.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi encontrado pela dona da casa, uma mulher de 56 anos, que estava fazendo uma limpeza na geladeira.

A mulher confirmou à Polícia que a possível mãe do bebê a entregou um embrulho, em um saco preto, afirmando que era um pedaço de carne, e pediu para que ela guardasse em sua geladeira.

Ao abrir uma sacola de supermercado que estava no fundo do congelador, a dona de casa percebeu que havia um pé humano dentro do saco.

A faxineira Simonia Salgueiro, irmã da dona de casa que encontrou o corpo, contou que sua irmã conheceu a suposta mãe do bebê por indicação de terceiros.

Elas se viam vez ou outra, e no último encontro a mulher deixou o embrulho com ela, para ser colocado na geladeira.

“Ela falou ‘guarda essa carne pra mim, que eu vou dar para uma pessoa’. Minha irmã disse que guardaria e depois disso ela sumiu de lá [do bairro]. Elas só mantinham contato por WhatsApp. Minha irmã falava que ia jogar a carne fora e ela não deixava, falava que iria buscar”, conta.

As primeiras informações da PM apontam que a dona casa era conhecida de uma jovem, que frequentava a mesma igreja que ela. A tal jovem estava grávida do namorado e decidiu esconder a gravidez, usando uma cinta.

Após o nascimento, ela enrolou a criança com a cinta em uma sacola de supermercado e em um saco preto. Em seguida, ela pediu que a dona da casa guardasse o embrulho na geladeira e avisou que se tratava de um pedaço de carne.

IstoÉ



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem