BANNER 1


RIO - No último dia como chefe da Igreja, o Papa Bento XVI se reuniu com cardeais no Vaticano para o tradicional ritual de "beija-mão". No final da tarde desta sexta-feira, o religioso se despede da liderança da Igreja Católica, após anunciar sua renúncia em meados de fevereiro. No evento, ele conversou com colegas, sorriu em vários momentos e prometeu incondicional obediência ao próximo Papa e desejou que o religioso seja iluminado.

 - Continuarei com vocês nos próximos dias. Prometo desde já minha incondicional obediência e reverência ao futuro Papa. Que o senhor mostra aquele que Ele deseja - afirmou o Papa Bento XVI.
Na introdução da cerimônia, o cardeal Angelo Sodano agradeceu o empenho do Pontífice pelo bem da Igreja e disse que "cumpriu-se um tempo de Deus".
- Gostaria de agradecer, as mesmas palavras comoventes que expressou ao povo sua Vossa Santidade, e que hoje se prepara para nos deixar. Cumpriu-se um tempo de Deus, com o advento de novos céus e novas terras, revivendo a experiência dos discípulos - afirmou Sodano.

A maior parte dos cardeais presentes no evento chegou recentemente ao Vaticano para participar do conclave que vai eleger o sucessor de Bento XVI. A cerimônia ainda não tem data marcada, mas deve ser iniciada na primeira metade do mês de março.

Após cumprimentar os cardeais, o Pontífice deve retornar a seu apartamento para preparar sua viagem a Castelgandolfo, residência de verão dos Papas católicos região do Lácio, na Itália. Ele permanecerá no local por dois meses e depois deve se mudar para um convento de clausura.

Fonte:  www.oglobo.com

Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem