Banner 1



Um bebê recém-nascido quase foi enterrado vivo em Ariquemes, interior de Rondônia. O agente funerário, que preparava o corpo da criança para o sepultamento, foi quem percebeu que ela ainda respirava e tinha batimentos cardíacos. A informação é do portal G1.

A criança nasceu prematura de cinco meses em casa. A gestação não teve acompanhamento médico, pois a mãe não sabia que estava grávida.

Na última segunda-feira, 27, antes de dar à luz, a jovem de 18 anos chegou a procurar atendimento médico na rede pública de saúde ao sentir fortes dores, mas foi mandada de volta para casa.

Depois do nascimento, o bebê e a mãe foram levados para o hospital, mas o recém-nascido foi dado como natimorto pelos médicos.

O agente funerário contou que foi chamado na unidade de saúde para recolher o corpo e levar até a funerária. Horas depois, enquanto preparava o corpo para o enterro, percebeu que o bebê estava vivo.

O rapaz levou a criança imediatamente de volta para o hospital e acionou a família. O recém-nascido, que pesa pouco mais de 1 quilo, foi internado na UTI, onde permanece se recuperando.

A negligência médica foi denunciada à polícia e uma investigação foi aberta para apurar o caso.

Brasil 247


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem