Banner 1

 

A Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Departamento de Vigilância em Saúde, orienta sobre os protocolos de prevenção à Covid-19 a serem adotados na visitação aos cemitérios no Dia de Finados, na próxima terça-feira (2). As recomendações foram definidas pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em Nota Informativa nº 6/2021.

As recomendações são para os gestores, aos trabalhadores e à população em geral em relação às práticas adequadas ao enfrentamento da disseminação da Covid-19, na visitação aos cemitérios, no feriado de finados. A recomendação técnica regulamenta as medidas sanitárias a serem adotadas em celebrações ou rituais religiosos em memória às pessoas falecidas, visitas às sepulturas dos entes que já morreram, limpeza e higienização de túmulos e cemitérios, enfeites com flores e velas em sepulturas, entre outros aspectos afins.

Confira as recomendações:

1. Quanto às celebrações, realizadas em Igreja Católica ou demais organizações religiosas que tenham o costume de resguardar o Dia de Finados, deve-se seguir Decreto Nº 30.714, de 06 de julho de 2021.

2. Realização das visitas ao cemitério pela população durante todo o final de semana, e não apenas no dia 02/11/2020, a fim de evitar aglomeração;

3. Incentivar as pessoas do grupo de risco a evitarem a ida aos cemitérios e às celebrações religiosas;

4. Pessoas com febre, tosse, congestão nasal, coriza, dor de garganta, fadiga, cansaço, diarreia e dificuldade de respirar devem evitar ir aos cemitérios, ou celebrações religiosas;

5. Fixar informações, na entrada do cemitério, orientando os visitantes para que não permaneçam no local por período superior a 30 minutos, no intuito de diminuir o tempo de exposição e evitar aglomerações;

6. Manter o distanciamento social, entre pessoas, de no mínimo 1,5m;

7. Orientar a população a levar álcool em gel a 70% para higienizar as mãos, ao entrar e ao sair do transporte, bem como durante a visita ao cemitério;

8. Quando possível, os municípios deverão realizar credenciamento prévio, controle sanitário dos ambulantes e dar orientações específicas de prevenção à Covid-19;

9. Demarcar pontos para os vendedores ambulantes, obedecendo ao distanciamento mínimo de 1,5m;

10. As celebrações religiosas deverão seguir as recomendações específicas em vigor;

11. Proibir acesso de funcionários, visitantes e ambulantes sem o uso de máscara;

12. Disponibilizar estação para higienização das mãos com água, sabonete líquido e papel toalha, ou preparação alcoólica 70% para funcionários, visitantes e ambulantes;

13. Proibir o consumo de alimentos e bebidas nos cemitérios, sobretudo nas áreas fechadas, garantindo que todos mantenham o uso de suas máscaras;

14. Se possível, deve ser designado um colaborador, utilizando máscara, para orientações de fluxos unidirecionais, durante os horários de movimentação mais intensa;

15. Exigir o uso e/ou disponibilizar os equipamentos de proteção individual (EPI) necessários aos funcionários para cada tipo de atividade, principalmente para as atividades de limpeza;

16. Instalar lixeiras em locais estratégicos e certificar-se de que o lixo seja removido diariamente e descartado adequadamente, com profissional utilizando EPI adequado;

17. Divulgar informações de esclarecimentos, proteção contra a Covid-19 e boas práticas de higiene, aos funcionários, visitantes e ambulantes, por meio das mídias internas;

18. Separar o acesso de entrada e de saída, se possível, usando portas diferentes, a fim de possibilitar o distanciamento social.

19. Evitar aglomeração no entorno do túmulo/jazigo;

20. Devem ser evitados apertos de mão e outros tipos de contato físico entre as pessoas que se fazem presente no momento da visita à sepultura e em todo tempo de permanência no cemitério, principalmente, se não forem pessoas do mesmo convívio;

21. Evitar dirigir-se a túmulos próximos que no momento tenham pessoas de outra família ou que não sejam do seu convívio quotidiano;

22. Recomenda-se evitar levar grandes quantidades de peças decorativas, arranjos de flores e velas para os túmulos/jazigos;

23. Ao levar flores e velas para depositar nos túmulos, evitar compartilhar esses artigos com outras pessoas, de modo a prevenir a transmissão cruzada do SARS-CoV-2 (Novo Coronavírus), ou seja, da superfície dos objetos para as mãos das pessoas e vice-versa;

24. Evitar ficar tocando no túmulo e nos objetos de decoração do mesmo, como fotos, crucifixo, arranjos de flores etc.;

25. Evitar tocar nos olhos, no nariz e na boca no momento da visita;

26. Caso necessite usar lenços para limpar rosto e nariz, preferencialmente, optar por lenços descartáveis, fazendo o descarte em lixeiras com tampa e pedal;

27. Orienta-se às pessoas que após a permanência no cemitério para realização da visita ao túmulo dos finados e eventos afins, deve-se: Retirar o calçado ao adentrar à residência e higienizá-lo com produto recomendado pela ANVISA; Fazer a troca imediata de toda a roupa utilizada, encaminhando-a para a lavagem; Higienizar com álcool a 70% ou produtos desinfetantes certificados pela ANVISA, que possam ser usados em substituição do álcool a 70%, na concentração e tempo recomendado pelo fabricante os objetivos levados para o local, como chaves, carteiras e celular;

28. A fim de se evitar acidentes/queimaduras, recomenda-se o extremo cuidado com a utilização de álcool a 70% para higienização das mãos, devido a presença de velas nas sepulturas, covas e outros.



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem