Banner 1

 


O PSDB pausou as prévias presidenciais que realizava neste domingo (21.nov.2021). Instabilidades no aplicativo do PSDB para a votação dos filiados dificultaram o encerramento da votação, programada para às 18h. Os votos registrados neste domingo estão válidos e serão contabilizados no resultado final.

“O processo de votação em aplicativo encontra-se pausado em razão de questões de infraestrutura técnica, que não comportou a demanda dos votantes das prévias”, disse o partido, em nota. A votação foi pausada às 18h. 

“O PSDB está definindo, junto com os candidatos, em que momento o processo será retomado”, disse a sigla. 

O impasse na votação ameaça o sucesso do objetivo da realização das prévias: a revitalização do PSDB. Depois de seis eleições presidenciais em que, ou havia saído vitorioso (Fernando Henrique Cardoso, 1994 e 1998), ou havia ido para o segundo turno (2002, 2006, 2010 e 2014), o partido teve seu pior resultado em 2018. Na última pesquisa do PoderData para a disputa de 2022, João Doria teve 4% das intenções de voto, e Eduardo Leite, 3%.

Todos os candidatos da disputa, Eduardo Leite, João Doria e Arthur Virgílio, estiveram reunidos nesta tarde com presidente do partido, Bruno Araújo, para tentar chegar a uma solução. Também participaram o vice-governador paulista, Rodrigo Garcia, e os ex-presidentes do partido José Aníbal, Teotônio Vilela Filho e Tasso Jereissati.

No começo da votação, os problemas no aplicativo já haviam provocado que o final da votação fosse postergado das 15h para as 18h. A votação presencial, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, foi encerrada por volta das 15h. O pleito presencial foi realizado com urnas eletrônicas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A empresa que desenvolveu o aplicativo de prévias do PSDB afirmou que está investigando as possíveis causas da instabilidade. A Faurgsa (Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul) negou que o problema seja por falta de licenças na tecnologia para suportar o reconhecimento facial dos filiados. 

“Os votos até agora registrados não serão perdidos, e a segurança do sistema não foi afetada”, disse a Faurgsa.

Doria afirmou que o direito de voto de todos precisa ser garantido. “Tudo está indo bem. Mas isso preocupa. Temos que ter garantia de que todos que quiseram conseguiram votar”, disse o governador de São Paulo.

“Pessoas se reuniram para votar e não estão conseguindo. Sempre defendi votação universal, não foi possível e eu aceitei. Agora, não posso aceitar que aqueles que se cadastraram não possam exercer seu direito de voto”, disse Virgílio.

Há 44.700 filiados habilitados a votar, entre integrantes com mandato e sem mandato. Desses, 39.737 filiados estavam cadastrados no app, além de cerca de 4.000 vereadores.

Adiamento

O PSDB adiou para 2ª feira (22.nov.2021) a decisão sobre quando as prévias presidenciais do partido serão concluídas. 

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem