Banner 1

 


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou a usar um luximetro - equipamento que mede o índice de transparência das películas nos vidros dos carros - nas fiscalizações realizadas no Rio Grande do Norte.

Até então, esse tipo de fiscalização não era realizada pela corporação no estado por falta do equipamento.

De acordo com o PRF Bruno Duarte, a Resolução 254 do Contran estabelece o índice de transparência para cada vidro do veículo. E os motoristas flagrados acima dos limites deverão ser multados.

Veja os limites

Para-brisa: mínimo de 75% de transparência.

Nos vidros dianteiros: no mínimo 70% de transparência.

Vidros traseiros: no mínimo 28% de transparência.

"A multa para quem infringe esse tipo de resolução é de natureza grave, que acarreta 5 pontos na carteira e uma multa de R$ 195,23. Além disso tem a medida administrativa em que o condutor é obrigado a retirar as películas para prosseguir viagem", afirmou.

Até o momento, a corporação só conta com um luximetro no estado, mas informou que já está em processo para aquisição de mais aparelhos.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem