Banner 1

 

O preço da gasolina subiu pela 5ª semana consecutiva. Segundo um levantamento divulgado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo), o preço médio do litro do combustível subiu de R$6,562 para R$6,710 na semana passada (31.out a 6.nov.2021). 

A alta também atingiu o diesel e gás de cozinha. O preço médio do litro do diesel aumentou 2,45% na última semana, indo de R$ 5,211 para R$ 5,339. Foi o 6º aumento consecutivo do combustível. 

Já o gás de cozinha sofreu uma alta de 0,43%, fechando em R$102,48. No acumulado do ano, esse aumento está em 37%.

Durante viagem à Itália, no início de novembro, Bolsonaro afirmou que um novo reajuste no preço dos combustíveis “não pode acontecer”. Ele disse também que já havia conversado com o ministro Paulo Guedes (Economia) para privatizar a Petrobras. 

Depois da declaração do presidente, a estatal emitiu um comunicado informando que não antecipará medidas de reajuste no preço dos combustíveis. 

NOVAS REGRAS

A ANP aprovou na última 5ª feira (4.nov.2021) um pacote de medidas que altera regras para postos de combustíveis. As medidas vêm sendo discutidas desde a greve de caminhoneiros em 2018, segundo a agência.

Com as novas regras, a ANP liberou o delivery de gasolina C e etanol hidratado e limitou o número de casas decimais nas divulgações de preços nos estabelecimentos.

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem