Banner 1

 

O Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Lacen-RN) registrou um aumento de 121% nos testes positivos para a Covid no último mês de outubro em comparação com setembro.

No mês de outubro, 1.973 exames deram resultado positivo, segundo o Lacen. Em setembro, haviam sido 891 exames.

O número de exames realizados - independente do resultado - também aumentou: foram 9.295 realizados em outubro contra 7.183 feitos em setembro, o que representa um crescimento de 29,4%.

Mas não foi apenas uma maior quantidade de pessoas testadas que contribuiu para o crescimento no número de casos, já que a taxa de resultados positivos também cresceu: foi de 21,2% em outubro e tinha sido de 12,4% em setembro.

De acordo com o Laboratório Central, a média de exames realizados atualmente tem sido de 400 por dia.

O número, apesar de ser distante dos períodos mais críticos da pandemia, como em maio deste ano, quando o Lacen realizava até 2 mil exames diários, serve como termômetro.

"Nada se compara ao início desse ano no qual nós tivemos dias que liberamos mais de 2 mil resultados. Mas a gente fica alerta para esse final de ano", explicou Derley Galvão, diretor administrativo do Lacen.

"Quando a gente percebe a taxa de aumento dos leitos clínicos e de UTIs e o aumento de solicitação de exames, a gente percebe que há um aumento de casos realmente. Não é algo alarmante ao ponto do início do ano, mas precisamos ficar vigilantes".

O aumento reflete também nos dados gerais da pandemia no estado. Em outubro, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) registrou 5.065 casos positivos de Covid no RN, quase 1,5 mil a mais que os 3.586 de setembro. O número de mortes, no entanto, foi o menor desde abril de 2020: 60.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem