Banner 1

 

A gestão municipal conseguiu avançar no processo de informatização da rede de ensino, com a implantação do Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGEduc), ferramenta que já é realidade e que representa uma verdadeira revolução nas rotinas administrativas da rede, beneficiando toda a comunidade escolar, fazendo com que a época do papel carbono fique, definitivamente, para trás, abrindo espaço para um novo tempo, a era da nuvem, das novas tecnologias.

“O SIGEduc já é uma realidade. É a nossa entrega de maior impacto até o momento. Focamos como meta para a nossa gestão a informatização da rede municipal de ensino. E já estamos com a rede informatizada, com as escolas fazendo cadastros, organizando as turmas virtuais. É um sistema que, além de facilitar a vida do servidor, também contempla famílias, professores e alunos. Existem portais dentro do sistema que vão fazer com que famílias, professores, servidores e alunos tenham acesso às informações”, destaca a secretária municipal de Educação, professora Hubeônia Alencar.

Na semana passada, a Secretaria Municipal de Educação deu sequência à capacitação dos agentes que irão operacionalizar o sistema, concluindo treinamento voltado a diretores, supervisores e secretários escolares. A capacitação, em formato virtual, foi ministrada pela empresa SIG Software e Consultoria, responsável pela criação do SIGEduc e vencedora da licitação para implantação do sistema na rede municipal de ensino de Mossoró.

“É de fato uma revolução para a rede municipal de ensino. Nós teremos em um só click informações que, para obtê-las, o servidor precisava, por exemplo, sair de secretaria em secretaria. Com o sistema, o servidor, do seu local de trabalho, da sua casa, por meio de um aplicativo de celular, poderá ter acesso a essas informações, e não apenas o servidor, como as famílias também. Isso de fato é muito marcante para uma rede que até 2021 ainda trabalhava com papel carbono. Eu faço questão de enfatizar que estamos saindo da era do carbono para a nuvem, isso é muito gratificante e é uma prova do nosso comprometimento com a modernização da educação em Mossoró”, complementa a secretária Hubeônia Alencar.

Com a conclusão da capacitação dos gestores escolares, a próxima etapa do treinamento alcançará os professores da rede, ainda neste mês de novembro. “Esse é um processo que vem avançando rapidamente, essa é a intenção da gestão nesse momento: garantir que toda a equipe seja treinada, para que o resultado do ano letivo de 2021 já aconteça no próprio sistema e as matrículas sejam on-line para toda a rede”, informa o gerente executivo de Avaliação, Planejamento, Inovação e Tecnologia da SME, professor Hélio Oliveira, que acrescenta ainda:

“Essa modernização das rotinas administrativas é um dos grandes legados que o SIGEduc trará para a rede, porque será possível o acesso ao diário on-line, emissão de históricos, boletins, declaração de matrícula, tudo será feito via sistema, o que antes era feito manualmente, com preenchimento de formulários na escola. Será possível também criar turmas, alocar estudantes, de forma mais prática. Um processo que era feito com pastas e arquivos em papel agora será executado de forma virtual. Uma outra vantagem é o gerenciamento do calendário letivo”, conclui Hélio Oliveira.

MATRÍCULAS ON-LINE

Conforme planejamento da gestão municipal, todas as escolas e Unidades de Educação Infantil (UEIs) passarão a realizar, já a partir do ano letivo de 2022, as matrículas dos alunos por meio do SIGEduc, sem a necessidade dos pais comparecerem presencialmente aos equipamentos de ensino.

“Estamos trabalhando diuturnamente para transformar essa realidade há tempos enfrentada pelos pais dos alunos da rede municipal, que muitas vezes, para garantir a vaga do seu filho, tiveram que dormir em frente às escolas e UEIs. Isso não pode e não deve mais acontecer. O processo de implantação das matrículas 100% on-line já é algo concreto”, reforça Hubeônia Alencar.

A secretária municipal de Educação explica ainda que, para os pais que tiverem dificuldade no acesso à internet, as escolas e UEIs da rede serão disponibilizadas como ponto para efetivação das matrículas no formato virtual. A modernização da rede municipal passa também pela instalação de Pontos de Inclusão Digital, com internet banda larga sendo disponibilizada tanto nos equipamentos da zona urbana quanto da zona rural, e ainda pela implantação de novos laboratórios de informática.

“São ações executadas em parceria com o Governo Federal, através de programas como o Nordeste Conectado, Wi-Fi Brasil, entre outros. É uma verdadeira revolução digital que estamos vivenciando, que trará reflexos extremamente positivos no processo de ensino-aprendizagem dos nossos alunos”, finaliza Hubeônia Alencar.




Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem