Banner 1


O senador Wellington Fagundes (PL-MT) afirmou em nota divulgada nesta 2ª feira (8.nov.2021) que a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL (Partido Liberal) deverá ser realizada no dia 22 de novembro. Segundo o congressista, a discussão sobre a data se deu em reunião com a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira.

“Acabo de sair de uma reunião com o presidente Bolsonaro e a ministra Flávia Arruda, e mais cedo estive com o ministro Ciro Nogueira. Está tudo encaminhado para no próximo dia 17 quando teremos uma reunião onde essa provável filiação será alinhada com muita tranquilidade, e o ato de filiação deve acontecer no dia 22, mesmo”, disse.

De acordo com Fagundes, existe um esforço dos membros do PL para receber Bolsonaro. “Sobre essa articulação, destaco aqui o trabalho do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e também do líder do PL no Senado, Carlos Portinho e do líder do partido na Câmara, Wellington Roberto”.

Fagundes sinalizou, ainda, que convidará toda a equipe do presidente da República e seus apoiadores, para se filiarem ao PL.

DE OLHO EM 2022

Nesta 2ª feira (8.nov.2021), Bolsonaro definiu que será o PL o partido pelo qual irá disputar a reeleição em 2022. A decisão vem depois de o chefe do Executivo passar quase 2 anos sem sigla. Ele saiu do PSL (Partido Social Liberal), no qual se elegeu, em novembro de 2019. Desde então, tentou criar o Aliança pelo Brasil, sua própria legenda, mas não conseguiu número de assinaturas suficiente.

Bolsonaro ligou para Valdemar Costa Neto nesta 2ª feira (8.nov) confirmando que irá à sigla. Aliados foram informados também nesta 2ª. O presidente corre contra o tempo para definir seu futuro.

“Hoje ele [Bolsonaro] me informou que falou com o Ciro [Nogueira, do PP],falou com os outros partidos. Ele tem que se entender com todos, nós temos que nos entender para que todos sejam atendidos, porque política é isso. Hoje o PP tem a presidência da Câmara. Amanhã vamos querer essa presidência. Tem a reeleição do Arthur, vamos apoiar e depois de nós vem o PRB [Republicanos]. Todos têm que crescer, todos têm que ter essa vantagem, não pode ficar para trás. Se temos um grupo, temos que estar unidos. Mas ele [Bolsonaro] falou comigo que falou com Ciro hoje, Ciro entendeu, vamos tocar para frente o assunto e vamos ver quando vamos fazer a filiação”, disse Valdemar em mensagem enviada ao Poder360.

Poder 360



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem