Banner 1

 

O Rio Grande do Norte terminou o mês de setembro com saldo positivo de 6.302 novos empregos com carteira assinada, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do governo federal, divulgado nesta terça-feira (26).

O resultado é a diferença entre o número de contratações (17.478) e o de demissões (11.185) ao longo do mês. Com isso, o estado chegou ao quinto mês consecutivo com saldos positivos em 2021.

Setembro também foi o mês com o segundo maior saldo de empregos no ano, atrás apenas de agosto, quando o Rio Grande do Norte teve saldo positivo de 7.381 novos contratados.

Atualmente, o estado tem um estoque de 462.287 empregos formais. A variação positiva em relação a agosto representou crescimento de 1,38%. No acumulado do ano, o estado tem saldo positivo de 30.046 empregos.

O setor de serviços, que é o que mais emprega no estado, também foi o que mais contribuiu para o saldo positivo de setembro, gerando 1.896 novos postos de trabalho ao longo do mês. Mas todos os setores contribuíram para o saldo positivo.

A Agropecuária não ficou muito atrás e gerou novos 1.634 empregos. A construção civil teve saldo de 1.028 novos postos. A indústria ficou com 966 e o comércio, 778.

Brasil

A economia brasileira gerou 313.902 empregos com carteira assinada em setembro, segundo dados do Caged. Ao todo, o país registrou em setembro 1.780.161 contratações e 1.466.259 demissões.

Nacionalmente, a geração de empregos formais em setembro deste ano representa piora em relação ao mês de agosto, quando foram abertas 368.091 (dado revisado) e, também, na comparação com setembro do ano passado - foram criados 319.151 empregos com carteira assinada.

Com mais de 90,6 mil novas vagas, o Nordeste foi a segunda região que mais criou emprego no período, atrás apenas do Sudeste.

O governo também informou que o salário médio de admissão foi de R$ 1.792,07 em agosto deste ano, o que representa uma queda real, com os valores sendo corrigidos pelo INPC, de R$ 25,78 em relação a julho de 2021 (R$ 1.817,85) e, também, na comparação com agosto do ano passado, quando somavam R$ 1.905.46.

G1 RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem