Banner 1

 

A servidora pública federal aposentada Luzia Júlia de Queiroz Moura, de 62 anos de idade, foi encontrada morta no início da noite de segunda-feira (25) em seu apartamento, onde morava sozinha, no Condomínio Noêmia Chaves, localizado na Rua Rodrigues Alves em frente a Estrada Veículos, Bairro Santo Antônio, em Mossoró.

Moradores do condomínio acionaram a Polícia Militar depois que passaram a sentir um mau cheiro vindo do apartamento dela. Os policiais, quando chegaram no local, presenciaram a cena e comunicaram o fato à Delegacia de Plantão da Polícia Civil e ao ITEP.

O corpo estava em avançado estado de decomposição e segundo relatos de moradores, a pelo menos sete dias, não havia movimentação no apartamento da aposentada. Após os trabalhos de perícia realizados no apartamento, o corpo de Luzia Júlia foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal do ITEP para ser examinado.

De acordo com a perícia, diante da situação em que o corpo foi encontrado, não foi possível identificar a causa da morte da idosa, que era servidora da UFERSA inativa. Somente com exames complementares, que deverão ser realizados no ITEP em Natal, é que se poderá ser definida a causa da morte.

Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem